Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas

 

 

Sexta, 03 Julho 2020 09:13

BALANÇO

Cerca de 40 mil pessoas já foram atendidas pelas Centrais de Triagem para a Covid-19

Além de Maceió, serviço funciona nos municípios de Arapiraca e Santana do Ipanema

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Advogado Denilson Barros esteve no dia 30 de junho na Central de Triagem do Ginásio do Sesi Advogado Denilson Barros esteve no dia 30 de junho na Central de Triagem do Ginásio do Sesi Thallysson Alves
Texto de Josenildo Törres

As Centrais de Triagem para diagnóstico da Covid-19 localizadas em Maceió, Arapiraca e Santana do Ipanema já atenderam 39.050 pessoas durante a pandemia do novo coronavírus. Do total, 29.583 foram submetidas ao teste rápido e 8.352 apresentaram resultado positivo para a doença.

Em Maceió, a Central de Triagem localizada no Ginásio do Sesi, no bairro Trapiche, já atendeu 22.613 pessoas deste o último dia 14 de abril até esta quinta-feira (2). Do total, 16.150 usuários foram submetidos ao teste rápido e 3.669 foram diagnosticados com Covid-19.

Também na capital alagoana, a Central de Triagem localizada no Shopping Pátio Maceió, na pista de acesso ao bairro Benedito Bentes, já atendeu 9.787 pessoas entre o dia 18 de maio e esta quinta. No período, 8.800 pessoas foram testadas para a Covid-19 e 3.191 apresentaram resultado positivo.

No Sertão do estado, em Santana do Ipanema, a Central de Triagem localizada no Ginásio da AABB já atendeu 574 usuários desde o último dia 15 de junho. Na unidade foram aplicados 226 testes rápidos para a Covid-19 e em 66 deles o resultado foi positivo para o novo coronavírus.

Já no Agreste, na Central de Triagem situada em Arapiraca, no Ginásio João Paulo II, foram atendidas 6.076 pessoas. Destas, 4.407 foram testadas para a Covid-19 e 1.426 apresentaram o resultado positivo para a doença.

Para ser atendido nas quatro Centrais de Triagem montadas e mantidas pelo Governo do Estado, o usuário deve apresentar os sintomas da Covid-19 há, pelo menos, oito dias. A partir de então, ele deve se dirigir à unidade portando um comprovante de residência, documento de identificação e o Cartão SUS.

Beneficiado – Entre os alagoanos beneficiados pelas Centrais de Triagem, o advogado Denilson Barros, de 38 anos, esteve no último dia 30 de junho na unidade localizada no Ginásio do Sesi. Após ser acometido por diarreia, dor no corpo e de cabeça, além de febre, ele procurou a unidade para ser submetido ao teste rápido.

“Perdi um tio em razão da Covid-19 e, mesmo com sintomas leves, resolvi vir à Central de Triagem. Em um dos dias que senti os sintomas, cheguei a ter uma saturação de 92%, mas, felizmente, não precisei ser hospitalizado. Vou me cuidar para que a recuperação ocorra sem maiores complicações”, destacou o advogado.