Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Quinta, 06 Dezembro 2018 11:24
FEIRA NA CAPITAL

Produtos da reforma agrária são comercializados na praça da Faculdade

Edição conta com o apoio do Iteral e encerra o Ciclo 2018 das feiras organizadas na capital pelos movimentos sociais

Feiras reúnem produtos de qualidade, cultura e lazer Feiras reúnem produtos de qualidade, cultura e lazer Helciane Angélica Santos Pereira
Texto de Helciane Angélica Santos Pereira

A Praça Afrânio Lages, conhecida como Praça da Faculdade, no bairro do Prado, em Maceió, recebe há 20 anos famílias de produtores rurais que comercializam seus produtos nas feiras agrárias. O Movimento de Libertação dos Sem Terra (MLST) promove mais uma edição no período de 5 e 8 de dezembro, com o apoio do Instituto de Terras e Reforma Agrária de Alagoas (Iteral).

 

A edição encerra o Ciclo 2018 das feiras organizadas na capital pelos movimentos de luta pela reforma agrária. De acordo com as lideranças do MLST, cerca de 100 famílias de acampamentos e assentamentos de todo o Estado estão presentes e comercializam produtos agrícolas de qualidade, animais, doces caseiros, pratos típicos, mel, cachaça artesanal, pimenta e plantas ornamentais.

 

O diretor-presidente do Iteral, Jaime Silva, participou da solenidade de abertura e destacou om apoio institucional do órgão de terras e a parceria do Governo do Estado nos eventos que destacam a importância da agricultura familiar e da reforma agrária.

Feiras mostram a importância da agricultura familiar e da reforma agrária (Fotos: Helciane Angélica Santos Pereira)

“Estou com a sensação de dever cumprido. Tudo o que nós planejamos, apesar de todas as dificuldades, conseguimos fazer com recursos próprios. E estivemos presentes nas ações, não só nas feiras da Praça da Faculdade, mas também nas feiras itinerantes e do crédito fundiário. Sabemos que precisamos melhorar, aumentar ainda mais a quantidade de feiras para escoar a produção, recuperar as estradas vicinais dos acampamentos e assentamentos, mas existe um projeto do Governo para viabilizar ainda mais a agricultura familiar”, exaltou Jaime Silva. 

 

“Esses agricultores são exemplos para muitos trabalhadores e trabalhadoras que pegaram o lote e não sabem o que fazer. Eles estão dando aula e são verdadeiros vitoriosos. Quando eles vêm para a praça, não é só para vender. Eles vêm para fazer amizades, continuar a luta e dizer que essa é uma nova forma de acampar e mostrar que somos trabalhadores”, destacou a coordenadora da feira, Diana Aleixo.

Feiras mostram a importância da agricultura familiar e da reforma agrária (Fotos: Helciane Angélica Santos Pereira)

“A feira é o momento de diálogo, do encontro do camponês com a população da capital, é um momento de alegria e de festa. E nós só temos a agradecer pela parceria da atual gestão do Iteral. O esforço é visível e real, acreditaram e abraçaram a proposta das feiras, que é uma prestação de serviço não só em Maceió como em vários municípios”, destacou Josival Oliveira, coordenador estadual do MLST.

 

Na programação, também tem casa de farinha, restaurante camponês e apresentações artísticas. Na quarta-feira (5) foi promovida a noite do samba com Igbonan Rocha e Mel Nascimento; Nesta quinta (6), a partir das 19h, vão se apresentar os grupos Farofa Fina e D’Dreads; e na sexta (7), além do bingo do carneiro, ocorrerão os shows da banda Alma de Borracha, Wagner Volpone e Guilla Gomes. A feira é aberta ao público e será encerrada no sábado (8), ao meio-dia.