Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Quinta, 15 Novembro 2018 13:11
HOMENAGEM

No dia da Proclamação da República, Marechal Deodoro vira a capital de Alagoas

Durante estada no município, governador em exercício visitou obra de construção da escola de Massagueira, que já deve funcionar em 2019

Ato acontece em cumprimento à Constituição Estadual Ato acontece em cumprimento à Constituição Estadual André Palmeira
Texto de Severino Carvalho

Fundada em 5 de agosto de 1591 com a denominação de Sesmaria de Santa Madalena do Sumaúma, Marechal Deodoro foi a primeira capital da província de Alagoas, entre 1817 e 1839. Nesta quinta-feira (15), o município voltou a ser a sede administrativa do Estado. 
 
A instalação foi oficializada pelo governador em exercício, Luciano Barbosa, e pelo prefeito do município, 
Cláudio Roberto Ayres da Costa - o "Cacau". O ato acontece em cumprimento à Constituição Estadual e como parte das comemorações pelos 129 anos da Proclamação da República. 
 
"Nós trazemos para cá a capital do Estado de Alagoas. Quisera que todo 15 de novembro, Marechal Deodoro fosse a capital da República. Seria mais do que justo. O que podemos fazer é reconhecer essa terra, a sua história e a sua gente materializadas hoje em Deodoro da Fonseca que lá, nos idos de 1889, proclamou a República, corajosamente", afirmou Luciano Barbosa.
 
A solenidade foi realizada no Palácio Provincial, na manhã desta quinta-feira. Antes, o governador e o prefeito depositaram uma coroa de flores em frente ao busto do proclamador da República, o Marechal Deodoro da Fonseca. Em seguida, participaram do hasteamento das bandeiras, acompanhados pelo deputado estadual Sérgio Toledo.
 
Ato faz parte das comemorações pelos 129 anos da Proclamação da República (André Palmeira)
 
Ainda no Palácio Provincial, o prefeito e governador discursaram. "O 15 de Novembro é um dia histórico em que celebramos, com muito orgulho, o berço de nossa República e sempre que pudemos exaltar o nome do Marechal Deodoro, temos exaltado", declarou o prefeito.
 
Secretários estaduais e municipais, diretores de órgãos, vereadores, dentre outras autoridades prestigiaram a solenidade de instalação da sede administrativa do Governo do Estado em Marechal Deodoro. Logo após, a comitiva assistiu ao desfile cívico-militar, ocorrido no Largo do Palácio Provincial.
 
Ato faz parte das comemorações pelos 129 anos da Proclamação da República (André Palmeira)
 
As autoridades rumaram a pé em direção à Casa de Deodoro, onde nasceu, em 5 de agosto de 1827, o proclamador da República do Brasil. A residência, aberta diariamente à visitação pública, guarda objetos pessoais, fotografias e móveis da família Fonseca. 
 
Pernambucano do Recife, o comerciante aposentado Pedro Fidelis de Moura, 78 anos, não conhecia a Casa de Deodoro, mesmo morando em Maceió desde a década de 1960. "Fiquei encantado, gostei muito. Tudo aqui é bem organizado: os móveis, os objetos bem cuidados. Eu recomendo a visita à Casa de Deodoro, que conta uma parte da História do Brasil", afirmou Fidelis de Moura. 
 
História
 
Em 12 de abril de 1636, a Sesmaria de Santa Madalena do Sumaúma passou a ser denominada de Vila Santa Madalena da Lagoa do Sul. Em 16 de setembro de 1817, passou a ser a capital da província das Alagoas e em 8 de março de 1823, foi elevada à categoria de cidade. 
 
O município foi criado em 9 de novembro de 1939, com a denominação de Marechal Deodoro, em homenagem ao militar alagoano que se tornou o primeiro presidente da República do Brasil. Em 16 de setembro de 2006, a cidade - detentora de um belo conjunto arquitetônico - foi considerada pelo Ministério da Cultura como Patrimônio Histórico Nacional.
 
Visita à escola em construção
 
Durante a estada em Marechal Deodoro, o governador em exercício visitou a construção da escola que está sendo edificada no bairro Massagueira. As obras estão avançadas e Luciano Barbosa espera que sejam concluídas até março para que a unidade seja utilizada já no ano letivo de 2019.
 
A escola terá 12 salas de aula, laboratórios de informática e de ciências, biblioteca e ginásio. Além desta unidade de ensino, outras quatro estão com obras em andamento em Rio Largo, Campo Alegre, Delmiro Gouveia e Senador Rui Palmeira. 
 
Ato faz parte das comemorações pelos 129 anos da Proclamação da República (André Palmeira)
 
"Vamos licitar mais sete escolas. A nossa ideia é, durante os próximos quatro anos, construir mais escolas aonde houver demanda. Nós já fizemos reforma em mais de 170 unidades, de um total de 317. Até o final do mandato, a orientação do governador Renan Filho é concluir as reformas em todas elas", revelou Luciano Barbosa.