Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Terça, 12 Junho 2018 17:11
PROMOÇÃO DA JUSTIÇA

Defensoria no Cárcere atenderá quase 800 reeducandos esta semana

Programa assegura celeridade processual e gera mais tranquilidade na Penitenciária de Segurança Máxima

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Agentes penitenciários trabalham integrados com defensores públicos para assegurar a justiça no sistema prisional Agentes penitenciários trabalham integrados com defensores públicos para assegurar a justiça no sistema prisional (Fotos: Jorge Santos)
Texto de Victor Costa

Fazer com que a pena cumprida seja proporcional ao delito praticado é fundamental para promover a ressocialização. Ciente dessa importância, a Secretaria de Estado da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) e Defensoria Pública implantaram o programa Defensoria no Cárcere em 2015. O tempo passou e a iniciativa cresceu assegurando a justiça, transparência e celeridade processual.

 

Esta semana, o Defensoria no Cárcere atenderá os 790 internos provisórios na Penitenciária de Segurança Máxima, localizada no Complexo Prisional, em Maceió. Defensores públicos e agentes penitenciários trabalham integrados para apresentar a situação processual e traçar um diagnóstico sobre o perfil socioeconômico dos custodiados alagoanos.

 

Defensoria no Cárcere / (Fotos: Jorge Santos)

 

De acordo com o chefe da Penitenciária, agente penitenciário Sérvio Freitas, os atendimentos do programa geram mais tranquilidade para a gestão da unidade. “A presença do Estado assegura a justiça no cumprimento das penas. Temos uma equipe de prontuário que faz o acompanhamento processual dos internos e o trabalho dos defensores soma bastante neste sentido”, salienta.

 

Além da atenção processual, Freitas explica a mobilização dos agentes penitenciários para assegurar o atendimento dos defensores públicos sem intercorrências. “Conversamos com os representantes dos módulos e explicamos a importância do programa. Depois, fazemos a extração e conduzimos os internos com segurança até a sala de atendimento”, finaliza.