Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Segunda, 16 Abril 2018 15:28
EM MACEIÓ

Obras do Hospital Metropolitano avançam após desapropriações

Estado repassou mais de R$ 2,3 milhões para pagamento de desapropriações a moradores

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Área demolida corresponde a um terço do terreno do Hospital Metropolitano Área demolida corresponde a um terço do terreno do Hospital Metropolitano Adaílson Calheiros
Texto de Julianne Leão e Keila Oliveira

O Governo de Alagoas, por meio das secretarias de estado da Infraestrutura (Seinfra) e da Saúde (Sesau), iniciou nesta segunda-feira(16), a demolição de 46 propriedades no entorno do Hospital Metropolitano, localizado no bairro do Tabuleiro dos Martins, em Maceió.

 

A etapa dá continuidade ao cronograma estabelecido para a construção do Hospital, que é o maior investimento em saúde da história de Alagoas.

 Adailson Calheiros

 

A área demolida corresponde a um terço do terreno do hospital e abrigará praça de alimentação, vestiário, farmácia, refeitório, central de gases, oficina e necrotério. Para não haver nenhum risco de acidente durante as demolições, foi solicitado o desligamento da rede elétrica à Eletrobrás. Além disso, foi emitida aprovação junto ao Instituto do Meio Ambiente (IMA), permitindo fazer a supressão vegetal das fruteiras, árvores e arbustos do local.

 

Cumprindo as determinações do Poder Judiciário de Alagoas, o Estado repassou para a Justiça mais de R$ 2,3 milhões referentes ao pagamento das desapropriações aos moradores locais. “Repassamos o valor das indenizações para a Justiça que irá fazer a liberação para os moradores, de acordo com o laudo pericial realizado nos imóveis pelo próprio Poder Judiciário”, informou o secretário executivo de Infraestrutura, Humberto Carvalho.

 

Adailson Calheiros

 

De acordo com Fernando Melro, gestor da pasta, a obra segue em ritmo acelerado. “Os trabalhos vêm sendo executados de forma célere, desfazendo o mito de que obra pública é lenta ou que atrasa. Mesmo com todas as dificuldades das chuvas, da desapropriação do terreno do Estado que tivemos que fazer, nós estamos conseguindo executar os serviços num ritmo acelerado para entregarmos esse equipamento de saúde tão importante para a população até o fim deste ano”, destacou Melro.

 

Hospital Metropolitano

 

Orçado em mais de R$ 64,5 milhões, com recursos provenientes do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep) e de emendas parlamentares, quando estiver pronto, o Hospital Metropolitano desafogará o Hospital Geral do Estado (HGE).

 

Adailson Calheiros

 

O empreendimento ofertará 180 leitos, sendo 20 de pediatria, 50 de clínica médica, 30 de cirurgia, 40 de obstetrícia, 10 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto, 10 de UTI pediátrica, 10 de UTI neonatal e outros 10 de UCI neonatal.

 

Para o secretário de Saúde, Christan Teixeira, o Estado passou por muitos anos sem investimentos consideráveis na área de saúde pública. “O Governo atual tem dado prioridade à saúde da população alagoana com a construção de hospitais que não só irão atender a população metropolitana, como também os alagoanos que vivem nas demais regiões do Estado. Estamos trabalhando com a Seinfra para oferecer uma estrutura de saúde com qualidade para o povo de Alagoas”, pontuou.