Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Segunda, 16 Abril 2018 13:28
UNIVERSALIZAÇÃO

Governo dá início à construção da estrada de acesso à cidade de Belo Monte

Obra de 27 quilômetros de extensão ligando o município a Batalha vai custar mais de R$ 22 milhões e deve ficar pronta até o final deste ano

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Moradores de Belo Monte esperaram por décadas pela implantação do acesso de 27 quilômetros Moradores de Belo Monte esperaram por décadas pela implantação do acesso de 27 quilômetros Fotos: Márcio Ferreira
Texto de Severino Carvalho

A poeira, as pedras pelo caminho e a lama em dias de chuva começam a ficar para trás. O governador Renan Filho e o secretário executivo de Transporte e Desenvolvimento Urbano, Alcides Tenório, assinaram, na manhã desta segunda-feira (16), a ordem de serviço para o início da implantação e pavimentação do acesso ao município de Belo Monte, na região da Bacia Leiteira.

 

Serão 27,2 quilômetros de construção, no trecho que liga o município a Batalha, pela rodovia AL-125. As obras já começaram e devem ser concluídas até o final deste ano.

 

"Há 35 anos essa promessa era feita e o povo aguardando, aguardando... Mas agora, finalmente, chegou o momento. Um Governo deve fazer as grandes obras, governar para as grandes cidades, mas ele não pode deixar de realizar os sonhos das pessoas que também moram nos pequenos municípios", observou o governador.

Moradores de Belo Monte esperaram por décadas pela implantação do acesso de 27 quilômetros (Fotos: Márcio Ferreira)

Encravado à margem do Rio São Francisco, Belo Monte tem pouco mais de sete mil habitantes. No próximo dia 24, o município completa 59 anos de fundação. Durante todo esse tempo, permaneceu com a estrada de acesso no barro.

 

A dona de casa Juliana Silva Oliveira, 31 anos, conhece bem as agruras de quem mora num município desprovido de estrada de acesso pavimentada.

 

"Não tem tempo bom! No verão é poeira e no inverno, piora tudo por causa da lama, dos buracos. É tudo muito difícil. Hoje está sendo uma data histórica para os moradores de Belo Monte, porque muita gente não acreditava na construção dessa estrada. São anos e anos de promessas e hoje está sendo a realização de um sonho", confessou Juliana Silva, abraçada com a filha de seis anos de idade, à margem do São Francisco.

Moradores de Belo Monte esperaram por décadas pela implantação do acesso de 27 quilômetros (Fotos: Márcio Ferreira)

"Essa estrada vai nos ajudar não somente para impulsionar o turismo, mas na saúde, na educação, na assistência social. Para você ter uma ideia, se ocorrer um acidente aqui e no momento não tivermos uma ambulância disponível, daqui que a Samu venha de Batalha, talvez ocorra algo de mais grave", ponderou o prefeito de Belo Monte, Claudeval Santana, presente à solenidade.

 

Serão investidos mais de R$ 22 milhões na construção da rodovia, em recursos do Tesouro Estadual. A obra é executada por meio do Programa Pró-Estrada, que já beneficia mil quilômetros de vias, mais da metade de toda a malha viária alagoana.

 

"Trata-se de uma obra significativa e muito importante, que estava no planejamento do Governo do Estado, que é deixar todos os municípios de Alagoas com acessos pavimentados", afirmou Alcides Tenório, ao se referir ao acesso a Belo Monte.

 

Dos 102 municípios alagoanos, apenas Pindoba e Belo Monte não possuem acesso implantado e pavimentado. Com a publicação, ainda esta semana, do edital de abertura da licitação para implantação da estrada de acesso a Pindoba e o início das obras de construção da rodovia AL-125, o Governo consolida a proposta de promover a universalização dos acessos a todos os municípios do Estado.

Moradores de Belo Monte esperaram por décadas pela implantação do acesso de 27 quilômetros (Fotos: Márcio Ferreira)

"Será Alagoas um dos primeiros Estados do Brasil a ter todas as suas cidades ligadas por asfalto. Só para que você tenha uma ideia, Minas Gerais, que é um dos Estados mais ricos do País, não tem todas as suas cidades ligadas por asfalto e a gente vai ter, quando fizermos agora Belo Monte e Pindoba, os dois últimos municípios que restavam", concluiu Renan Filho.

 

Prestigiaram a solenidade, o diretor-presidente do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Hélder Gazzaneo; o superintendente de Obras do órgão estadual, Iran Menezes; os deputados estaduais Jó Pereira e Antônio Albuquerque; o deputado federal Nivaldo Albuquerque, o ex-prefeito de Belo Monte, Avânio Feitosa; prefeitos de municípios alagoanos, dentre outras autoridades.