Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Terça, 14 Novembro 2017 17:41
PREVENÇÃO

Seprev busca combater violência nas escolas do Benedito Bentes

Casa da Cidadania do conjunto Carminha se mobiliza com MPE/AL e PM para evitar evasão escolar

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Comunidade fez uma exposição da situação de violência vivenciada nas escolas em decorrência da disputa de territórios por facções criminosas Comunidade fez uma exposição da situação de violência vivenciada nas escolas em decorrência da disputa de territórios por facções criminosas (Fotos: Ascom/Seprev)
Texto de Daniel Dabasi

Para conter o avanço da violência nas escolas do complexo Benedito Bentes, em Maceió, a Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev) provocou uma reunião com o Ministério Público Estadual e a Polícia Militar, para discutir ações conjuntas. A reunião aconteceu nesta terça-feira (14), na sede do MPE/AL, no bairro do Barro Duro.

 

Representantes da Casa da Cidadania, equipamento situado no conjunto Carminha e coordenado pela Seprev, expuseram as situações relatadas pela comunidade em relação à violência vivenciada nas escolas em decorrência da disputa de territórios por facções, que tem gerado evasão escolar.

 

“Temos a necessidade imediata de políticas públicas permanentes e não apenas pontuais como instrumento de prevenção à violência aos adolescentes, por isso estamos nos mobilizando em rede para reverter esse problema”, explicou Fátima Remígio, coordenadora da Casa da Cidadania.

 

O promotor de Justiça Ubirajara Ramos solicitou da Seprev e do Centro de Gerenciamento de Crises, Direitos Humanos e Polícia Comunitária da Polícia Militar de Alagoas uma relação de instituições públicas municipais, estaduais, privadas e sociedade civil que desenvolvem projetos relacionados à prevenção da violência para desenvolver um projeto que inclua atividades anuais que possam englobar o território, diminuindo o fluxograma de violência presente nas escolas. O prazo para a entrega da relação é de 15 dias.

 

Participaram da reunião representantes das superintendências de Prevenção à Violência e da Criança e do Adolescente, ambas da Seprev, militares do 5º Batalhão e do Centro de Gerenciamento de Crises.