Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Quarta, 01 Novembro 2017 18:13
CONQUISTA

Estudante capelense será o Jovem Senador por Alagoas em Brasília

Jonatha Marcone Silva de Deus é o segundo estudante da Escola Estadual de Ensino Integral Edite Machado a conquistar o programa Jovem Senador nos últimos três anos

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Jonatha Marcone Silva de Deus, aluno da 3ª série do ensino médio, vai representar Alagoas entre os 27 estudantes brasileiros Jonatha Marcone Silva de Deus, aluno da 3ª série do ensino médio, vai representar Alagoas entre os 27 estudantes brasileiros Fotos: José Demétrio
Texto de Manuella Nobre

Em menos de três anos, a Escola Estadual de Ensino Integral Edite Machado, de Capela, conseguiu uma façanha: ter dois alunos escolhidos para representar Alagoas no Programa Jovem Senador. Em 2015, a estudante Arabela Moreira venceu o concurso e, durante uma semana, teve a experiência de uma parlamentar em Brasília, inclusive apresentando projetos.

 

Agora, em 2017, caberá ao estudante Jonatha Marcone Silva de Deus, aluno da 3ª série do ensino médio, representar Alagoas entre os 27 estudantes brasileiros  escolhidos para  vivenciar a jornada de um senador entre no período de 27 de novembro a 2 de dezembro, em Brasília. 

 

Os alunos selecionados como Jovens Senadores foram os vencedores, em seus estados, da 10ª edição do Concurso de Redação do Senado Federal. Partindo do tema proposto - “Brasil plural: para falar de intolerância”-, o jovem, que se diz apaixonado pela escrita, explica como chegou lá em sua segunda tentativa, após ser despertado pela conquista da colega.

 

“Pensei, se a Arabela conseguiu, eu também posso. E quando saiu o tema em abril, fui pesquisando mais sobre as intolerâncias, o que é um paradoxo num país tão grande e diverso como o Brasil, constituído com uma união de povos, ter esta mancha desta na história. Também com a ajuda fundamental da professora, trazendo temas, modelos de redações, fui me preparando até que chegou a data de fazer a redação”, explica Jonatha, declarando sua emoção, passo a passo, após sua redação passar por diversas peneiras, da sala de aula até a final da etapa estadual.

 

“Com relação à redação, assim que eu fiz, senti que meu texto foi ótimo e se encaixou. Com o tema ‘Brasil: uma aquarela de intolerâncias’, foquei neste aspecto de uma forma geral, com exemplos de fatos noticiados pela mídia, o que fala a Constituição e a Declaração dos Direitos Humanos, também fiz uma analogia com o tempo colonial, pois isto não é uma coisa de agora. E como brasileiro, escolhi dois sambas, “Liberdade, liberdade”, da Escola Imperatriz, de 1989, para o começo da redação, e no final, fiz uma analogia da evolução que precisamos ter, para quebrar paradigma e todo esse preconceito, com o samba ‘Aquarela do Brasil’, porque o País é basicamente uma aquarela, que está deixando de ser uma aquarela de pluralidades, de diversidades, e começando a ser uma aquarela de intolerâncias. A diversidade está perdendo um lugar para a intolerância”, avalia o Jovem Senador, que também já foi contemplado, em 2010, na Olimpíada de Língua Portuguesa, com seu poema publicado no livro da OLP.

 

Após a conquista, o passo seguinte de Jonatha foi construir uma proposta para um projeto de Lei, onde defende a implantação da disciplina “educação financeira” ainda no Ensino Médio, para que os jovens já saiam mais embasados para o mercado de trabalho e para a vida social.

 

Orgulho -  Admirados e ainda vibrando pela conquista do aluno e da unidade escolar, professores, coordenadores pedagógicos e gestores, destacam a importância do reconhecimento e o trabalho pedagógico que a unidade tem realizado.

 

“Desde a 1ª série, ele (Jonatha) dava sinais de que se destacaria neste aspecto”, revela a professora e orientadora, Mercia Marinho.

 

As coordenadoras pedagógicas Maria Aparecida da Silva e Messiana Marques explicam as estratégias implementadas pela escola. "Fazemos um trabalho estruturado na solidez e articulação do pedagógico, junto com a direção e professores, além de contar também com a abnegação do aluno, sem a qual nada disso seria possível”, destaca Maria Aparecida.        

 

O diretor geral da Edite Machado, Marcos Almeida, declara que a escola já passou por momentos difíceis, mas que, nos últimos quatro anos, tem obtido importantes resultados, inclusive com reconhecimento dos potenciais de seus profissionais e estudantes. 

 

“Esses resultados são consequências de um trabalho em equipe. Termos dois alunos escolhidos como Jovens Senadores mostra que este trabalho está sendo feito da maneira certa. Isso é motivo de orgulho para nós”, finaliza o diretor.

 

A conquista de Jonatha também foi comemorada na 4ª Gerência Regional de Educação (Gere), que abrange Capela e demais municípios do Vale do Paraíba. “Ficamos muito felizes pela conquista de Jonatha e da Escola Edite Machado. Isso mostra como nossos jovens são preparados. Tenho certeza de que ele vai representar muito bem Capela, a 4ª Gere e Alagoas durante sua estadia em Brasília”, declara Sandreane Welia Paulino, gerente da 4ª Gere.