Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Sexta, 06 Outubro 2017 19:09
em Rio Largo

Polícia Civil desenvolve ação direcionada para crianças vítimas de violência sexual

Objetivo foi concluir os inquéritos policiais pendentes envolvendo o menor como vítima

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Nas salas de atendimento foi disponibilizado lápis de colorir, papeis para desenho, pipocas e doces, e todos os policiais civis estavam engajados. Nas salas de atendimento foi disponibilizado lápis de colorir, papeis para desenho, pipocas e doces, e todos os policiais civis estavam engajados. Fotos: Larissa Wilson
Texto de Larissa Wilson

A equipe de policiais civis do 24ª Distrito Policial (24ºDP) de Rio Largo realizou essa semana uma ação para atender crianças vítimas de violência e abuso sexual, com o objetivo de dar prosseguimento a demanda de inquéritos policiais existentes naquela circunscrição.

 

De acordo com o delegado Rubens Martins, titular do 24ºDP, a ideia surgiu a partir do notável número de casos em que o menor se configurava como vítima. “Reunimos os inquéritos dos anos de 2016 e 2017 e mobilizamos toda a delegacia para recepcionar e prestar o melhor atendimento para essas crianças”, explicou o delegado.

Foto: Larissa Wilson

O clima acolhedor era percebido já na entrada do prédio que teve toda a recepção e corredor enfeitados com bolas coloridas, uma mesa de atividades foi colocada na entrada e um retroprojetor exibiu filmes infantis. Nas salas de atendimento foi disponibilizado lápis de colorir, papeis para desenho, pipocas e doces, e todos os policiais civis estavam engajados. A iniciativa coincidiu com a semana em que se comemora o Dia da Criança, no próximo dia 12.

 

A ação também contou com a presença de uma psicóloga que acompanhou todas as oitivas realizadas e também com o apoio de três conselheiros tutelares, completando o atendimento ao menor. Ao todo onze crianças foram recebidas. Com a iniciativa o delegado acredita que o esforço para prestar um atendimento mais humanizado para crianças vítimas de violência sexual, demonstra a preocupação da Polícia Civil com relação ao assunto.

Foto: Larissa Wilson

“Precisamos alertar a sociedade para grande número de casos de violência sexual contra menores. À polícia, cabe a elucidação do fato. Mas a denúncia ainda é um tabu. Precisamos mudar essa realidade e assegurar que os direitos das crianças e adolescentes não sejam violados”, concluiu Rubens Martins.