Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Terça, 03 Outubro 2017 11:29
BOAS PRÁTICAS

Semarh celebra Dia das Crianças em comunidade quilombola

Elas serão agraciadas com presentes e ações de educação ambiental

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Projeto Quilombo Sustentável, iniciado em 2016 pela Semarh, tem raio de atuação importante no contexto social da população com mais uma edição para celebrar o Dia das Crianças Projeto Quilombo Sustentável, iniciado em 2016 pela Semarh, tem raio de atuação importante no contexto social da população com mais uma edição para celebrar o Dia das Crianças Ascom
Texto de Nigel Santana

Dentro da programação do Projeto Quilombo Sustentável, desenvolvido pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), as crianças das comunidades de Alto do Tamanduá e Jorge, no município de Poço das Trincheiras, Sertão alagoano, serão agraciadas com presentes e ações de incentivo à educação ambiental, na próxima quarta-feira (11).

 

Esta será a segunda oportunidade que as famílias quilombolas na cidade recebem ações participativas do Governo de Alagoas às vésperas do Dia das Crianças, celebrado em 12 de outubro.

 


De acordo com a superintendente administrativa da Semarh, Michelle Beltrão, o projeto Quilombo Sustentável tem um raio de atuação importante no contexto social da população.

 

 


“A entrega de presentes que acontece anualmente é mais um ato social importante para as crianças. Juntamos os servidores da secretaria e idealizamos uma mobilização para entregar presentes às crianças, além de incentivarmos os conhecimentos sobre as práticas da educação ambiental”, explica Michelle Beltrão.

 


A estimativa é de que mais de 200 crianças das comunidades de Alto do Tamanduá e Jorge sejam contempladas com a ação. Michelle Beltrão lembra ainda que a Semarh já desenvolveu outras atividades junto às comunidades quilombolas em datas comemorativas, a exemplo da Páscoa e Natal.

 

 

 

Diagnóstico

O Projeto Quilombo Sustentável, iniciado em 2016 pela Semarh, tem a proposta de fazer um levantamento sobre o diagnóstico social das comunidades e suas reais necessidades.


Segundo a superintendente, as equipes da secretaria já encerram as atividades de coleta de informações e posteriormente será elaborado um relatório que deverá ser compartilhado com outras Secretarias de Estado para buscar soluções aos problemas encontrados nas regiões.