Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Segunda, 02 Outubro 2017 11:49
TEORIA E PRÁTICA

Selaj leva projeto “Apito No Interior” para Marechal Deodoro

Atividades serão realizadas no Conservatório da Música e no Campo Euclydes Mello

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Idealizado pela Selaj, projeto será promovido na cidade de Marechal Deodoro, nos dias 6 e 7 de outubro Idealizado pela Selaj, projeto será promovido na cidade de Marechal Deodoro, nos dias 6 e 7 de outubro Paulo Chancey Júnior
Texto de Paulo Chancey Junior

O projeto “Apito No Interior”, que capacita jovens e adultos que sonham em ser árbitros de futebol, terá a sua terceira edição. Idealizado pela Secretaria de Estado do Esporte, Lazer e Juventude (Selaj), o projeto será promovido na cidade de Marechal Deodoro, nos dias 6 e 7 de outubro.

 

A expectativa é de um público entre 40 e 50 aspirantes a árbitro de futebol, tanto de Marechal Deodoro como cidades vizinhas. A programação terá início às 19h, no Conservatório da Música (Matriz), com as aulas teóricas, que serão ministradas pelo vice-presidente da Comissão de Arbitragem da Federação Alagoana de Futebol (CA-FAF) e ex-árbitro, George Alves Feitoza.

 

Os temas abordados durantes as aulas teóricas e práticas serão: “O que é ser árbitro de futebol?”, “Orientações básicas para árbitros” e “Noções básicas de regras de jogo”. As aulas teóricas serão retomadas no sábado, às 8h. No período da tarde, às 14h30, as atividades serão práticas no Campo Euclydes Mello (Tuquanduba).

 

 

O secretário executivo do Esporte e Lazer, Charles Hebert, que também é ex-árbitro de futebol, destacou o crescimento do projeto. “Chegamos à terceira edição do projeto. Já atendemos Palmeira dos Índios e Paulo Jacinto e agora na região Metropolitana, atendendo Marechal Deodoro. A ideia é interagir para uma nova formação de profissionais naquela região, ampliando este novo modelo de arbitragem”, disse o secretário, que ainda comemorou o interesse pela atividade.

 

“Temos recebido vários pedidos de municípios, cerca de 20, pelo Apito No Interior. Esse projeto vai beneficiar não apenas o lado esportivo, mas também emprego e renda, porque quando esses jovens árbitros se capacitam e se formam, podem gerar uma nova atividade econômica, podendo agregar na sua renda familiar ou como sua principal atividade”, concluiu.

 

Confira a programação


Sexta 19h
Conservatório da Música
 
Sábado 8h
Conservatório da Música
 
Sábado 14:30h
Campo Euclydes Mello (Tuquanduba)