Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Sábado, 12 Agosto 2017 10:38
ENCONTRO ESTUDANTIL

Escola Marcos Antônio vence Feira de Ciências e Mostra Audiovisual

Unidade de ensino integral do Benedito Bentes foi premiada com projeto sobre cosméticos cicatrizantes à base de barbatimão e curta sobre Aurélio Buarque de Holanda

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Tiago Venâncio, um dos integrantes da equipe que produziu o documentário, conta que o grupo chegou a visitar a cidade de Passo do Camaragibe para conhecer melhor a história de Aurélio Tiago Venâncio, um dos integrantes da equipe que produziu o documentário, conta que o grupo chegou a visitar a cidade de Passo do Camaragibe para conhecer melhor a história de Aurélio Valdir Rocha
Texto de Luana Santana e Ana Paula Lins

A Escola Estadual de Ensino Integral Marcos Antônio Cavalcanti, do Benedito Bentes, encerrou sua participação no Encontro Estudantil da Rede Pública Estadual com duas conquistas: o primeiro lugar da Feira de Ciências do Estado de Alagoas (Feceal) – categoria Pesquisa – e da Mostra Audiovisual.

 

A unidade sagrou-se vencedora com projeto sobre a produção de cosméticos cicatrizantes à base de barbatimão e curta metragem sobre a história do dicionarista Aurélio Buarque de Holanda.

 

Tiago Venâncio, um dos integrantes da equipe que produziu o documentário, conta que o grupo chegou a visitar a cidade de Passo do Camaragibe para conhecer melhor a história de Aurélio. "Tivemos muitos curtas bons sendo exibidos e termos conquistado o primeiro lugar desta categoria é um privilégio. É a primeira vez que participo e estou muito feliz", afirma o estudante.

 

Já a equipe vencedora da Feceal passou um ano e três meses aperfeiçoando o projeto até chegar ao resultado desejado, conforme explica Sérgio Barbosa, aluno da 2ª série do ensino médio. “Desenvolvemos o produto para ajudar portadores de diabetes que sofrem com o ressecamento de pele e vencer a Feceal é gratificante, pois vimos aqui muitos projetos que visam melhorar a vida das pessoas”, conta o garoto.

 

Avaliação - Juliana Amorim, do Centro de Artes e Mediações Culturais da Secretaria de Estado da Educação (Camec/Seduc) e coordenadora da categoria, falou de sua alegria com o resultado da Mostra Audiovisual. "Este ano, a qualidade dos trabalhos evoluiu bastante e nos orgulha muito", declarou Juliana.

 

A coordenadora da Feceal, Nathally Marques, também comemora a qualidade dos trabalhos expostos na Feira. “Este ano, a feira foi dividida em duas modalidades, pesquisa científica e trabalhos pedagógicos, e tivemos trabalhos de muita qualidade. Além disso, registramos um aumento no número de inscritos, que passou de 39, em 2016, para 63 este ano”, informa.​