Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas

 

Quarta, 02 Agosto 2017 09:10

EVENTO NACIONAL

Detran e Nações Unidas discutem segurança viária na América Latina

Encontro é sediado em Curitiba e possui a participação de representantes do poder público de diversos

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Diretor-presidente do Detran-AL e presidente da Associação Nacional dos Detrans (AND), Antônio Carlos Gouveia (3º à dir.), foi um dos palestrantes do evento Diretor-presidente do Detran-AL e presidente da Associação Nacional dos Detrans (AND), Antônio Carlos Gouveia (3º à dir.), foi um dos palestrantes do evento Divulgação
Texto de Maria Alliny Torres

Com o objetivo de discutir políticas públicas que reduzam o número de acidentes de trânsito em todo mundo, o Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran) participou na terça-feira (1) do evento “Aprimorando a Segurança Viária na América Latina”, realizado em Curitiba-PR.

 

O diretor-presidente da autarquia e presidente da Associação Nacional dos Detrans (AND), Antônio Carlos Gouveia, destacou, em sua palestra, a importância de se discutir a segurança viária no Brasil e o papel da sociedade em contribuir para um trânsito mais seguro.

 

“Esse momento é destinado para promover uma maior reflexão sobre o que nós, autoridades do trânsito, podemos fazer para aprimorar ações que evitem que os acidentes aconteçam. Debater a segurança viária com representantes de todo o mundo e com a sociedade presente é, antes de tudo, compartilhar boas práticas e promover assim uma mudança de comportamento”, ressaltou o diretor.

 

Na oportunidade, Gouveia também salientou alguns projetos que o Detran está realizando como o Plano de Segurança Viária para Motociclistas (PSVM), que visa reduzir o índice de acidentes com motociclistas e as ações educativas do “Amigo da vez”, que de forma lúdica vai até os bares da capital e do interior alertar a população alagoana sobre os riscos da mistura de álcool e direção.

 

O encontro, promovido pelo Instituto de Treinamento e Pesquisa das Nações Unidas (UNITAR), em parceria com o Centro Internacional para Formação de Atores Locais (CIFAL Curitiba) e o Sistema Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP), contou com a participação de representantes do poder público, iniciativa privada, de universidades e também sociedade civil e se estenderá até esta quarta-feira (2).